Sinto-me viver vidas alheias, em mim, incompletamente, como se o meu ser participasse de todos os homens, incompletamente de cada [?], por uma suma de não-eus sintetizados num eu postiço.Sê plural como o universo! Fernando Pessoa.

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Quando as coisas deixam de ser.
Eram.
Como se nunca tivessem sido.


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Guardo todas as cartas ... as que recebi e as que nao enviei. E se guardo é para lembrar que nem o amor e nem a dor são eternas.

domingo, 28 de agosto de 2011

semanal

Tua ausência é  domingo sem sol, com programação de TV ruim e sem missa pois de tanta saudade até a fé se perdeu.
Tua presença é sábado de sol e brisa, cerveja gelada e sorriso na cara e dançar sem parar pois de tanta alegria ate a timidez se perdeu.


sábado, 27 de agosto de 2011

Partiu, os dois em dois pedaços.
Partindo partiu o coração em dois os dois.
 O dele o dela.
Partir não é fácil se só se parte e quando se parte corações?
 pior ainda é o partir  quando partem os dois ou seria os três?
 O dela o dele ... e a partida em si. Pior é saber que não há cola, nem corda, nem fita, nem nó
que emende de volta a partida, alias, nenhuma delas.
Melhor não partir. E se partir que seja só. Sem partir ninguém ao meio, sem levar nenhum pedaço. E sem deixar muito menos.
 E que deixe em paz os corações.
 O dele  e o dela.
  a seiva  que percorre cada milímetro da árvore embotada de lembranças, suas folhas cada vez mais verdes e o tronco resistente impenetrável faz de cada lembrança intocável e pura, regada pelas lágrimas diárias. Assim a  árvore da saudade cresce.
E se para mais nada servir.. servirá para ser saudade.
Servida na cerimonia da saudade, em bandejas, as lembranças.


segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Sei que essa hora você está fumando o segundo ou terceiro cigarro... que está na janela, que cada trago acalma a ânsia do futuro incerto. 
Entre os tragos visito tua mente, aqueço teu coração bem mais que fogo do isqueiro que acendeu teu cigarro.
 Sabes que não é por mal algum que te visito, só busco meios de estar próxima,
 nem que seja entre as brancas nuvens de fumaça que preenchem o teu ar.



domingo, 21 de agosto de 2011

Futebolizando


Ja que o Brasil é o afamado país do futebol. Vamos “futebolizar” a nossa política em busca de uma maior dedicação por parte dos brazucas para que quiça em alguns anos possamos orgulhar-nos diante das vitorias alcançadas.
 Nós brasileiros somos os técnicos da seleção canarinho e os políticos são os jogadores os quais devemos escalar.
Primeiro passo para ser um bom treinador é entender bem do assunto. Pois para ter competência e cobrar resultados é necessário preparo estudo e dedicação.
 Encararemos uma longa partida de 4 anos e durante esse tempo se tem a função de fazer com que os jogadores  se empenhem em campo buscando bons resultados. Cada um destes jogadores tem um papel especifico para desempenhar em campo, mas estes sempre devem trabalhar em prol de um resultado coletivo, o conjunto harmônico entre defesa e ataque é essencial. É necessário atacar inovar fazer novas jogadas, mas não se pode deixar a defesa de lado, pois uma falha dela desestrutura todo o time.
 Cabe ao treinador conhecer as potencialidades de seus jogadores, cobrar resultados, instiga-los e inspira-los. Porque não existe vitoria individual quando se fala em  equipe, o técnico e cada jogador em campo é diretamente responsável pelo resultado final dessa partida que ao apito final pode render um belo troféu ou uma torcida decepcionada.

 A escolha de um time é tarefa árdua,haja  paciência para analisar a carreira de cada jogador, ver os clubes por onde passou cada um, as melhores jogadas, a atuação de cada um em campo diante da pressão da torcida e dos adversários. Mas deve-se saber que o cuidado e o tempo aplicado nessa etapa é decisivo no resultado final da partida, pois uma escolha errada pode fazer de tudo um fracasso com danos quase irreparáveis.
É importante valorizar o passe dos jogadores experientes, pois são de grande valia na orientação do time em busca da qualidade dos passes e do entrosamento da equipe, bem como dar chance aos iniciantes que tem muito gás para correr atrás de resultados com garra e ânsia por resultados.
 Não se deve esquecer do longo banco de reservas alem de tantos outros jogadores que se quer foram escalados, mas que estão ansiosos por uma pequena chance para mostrar o seu talento em campo caso algum desses jogadores escalados sejam suspensos por encontrarem substancias ilegais no seu exame antidoping .
 Um bom técnico deve ter sabedoria para entender que as vezes é necessário substituir, por mais que  a mudança lhe cause medo e a principio não demonstrem resultados.
 O jogo é longo e cansativo, mas a supervisão e a cobrança do técnico a cada passe é essencial. Não esqueça disso!   

ps: fugindo um pouco do romantismo comum de todos os posts

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

. Acreditei fortemente que não tínhamos tempo
Pensei que tudo era banal e corriqueiro.
Um almoço, um jantar, os jogos estúpidos de tabuleiro.
 E dessas pequenas coisas deixadas para trás, abriu-se no peito,
um vazio, imenso o bastante para caber você,
 mas ...
  o seu peito, fechou-se.
Já não havia espaço ... não para mim.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011


O frio na barriga tranformou-se numa dor de estomago por conta
de sentimentos que não conseguem ser digeridos.

sábado, 13 de agosto de 2011

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Construir sentimento com bases ilusórias. As vezes um pequeno sopro, faz da construção,pó, mas depois do sopro a poeira toma forma e volta ao mesmo lugar,tudo recomeça.  Queria fazer de tudo solido,  não para construir, para destruir de vez.